Supermodelo Karen Elson é a capa da Vogue Brasil

Com 20 anos de carreira na moda, a modelo, compositora, cantora e ativista humanitária, posa pela primeira vez para o título brasileiro

Edição que celebra o Carnaval e o já tradicional Baile de Gala, a Vogue Brasil de fevereiro traz para sua capa e editorial de moda um clima nostálgico relembrando o glamour das showgirls da década de 40. Para estrelar, a inglesa Karen Elson, que foi fotografada em Nova York, por Zee Nunes, com direção de moda de Pedro Sales.

Aos 40 anos e musa de Tim Walker, a modelo representa o mood onírico e uma atitude teatral nas imagens. Em uma entrevista exclusiva, conta sobre sua carreira e detalhes de como apesar da fama e da agenda atribulada, leva uma vida simples, levando os filhos à escola, andando a cavalo e assumindo ser uma verdadeira nerd.

Karen já esteve 40 vezes nas capas da Vogue pelo mundo, a estreia foi na Vogue Itália, sob as lentes do fotógrafo americano Steven Meisel. Já fez campanhas para Chanel, Balenciaga, Yves Saint Laurent, Louis Vuitton, Christian Dior e desfilou grávida para Marc Jacobs, em 2006.

Ao lado da carreira de modelo, Karen Elson alia sua paixão pela música. No começo, compunha músicas secretamente sem deixar que Jack White (líder do White Stripes, com quem foi casada por 8 anos) soubesse, “me escondia dele e criava minhas músicas trancada no banheiro”, relembra. O que resultou em seu primeiro álbum, The Ghost Who Walks (2010). O segundo, Double Roses, veio em 2017, e já adianta que o próximo está por vir: “Amo fazer música e tenho de me esforçar para criar tempo livre para compor. Essa é uma das minhas resoluções para 2019”, revela. 

Além da carreira, o ativismo também ocupa um bom espaço na agenda de Karen. Depois de virar mãe, começou a se sensibilizar muito, “ao ver a realidade precária em que vivem tantas crianças, sem acesso à vacinação, hospitais”, conta. Em 2014 assumiu o posto de embaixadora da ONG Save The Children, e gravou um documentário em Serra Leoa com sua irmã gêmea, a cineasta Kate Elson, sobre a situação das crianças naquele país – Ending Newborn Deaths: Karen Elson in Sierra Leone. “É algo que faço com muito amor. Nossa alma também precisa doar. Minhas causas não podem ser apenas a moda e a música”, finaliza.  

A Vogue Brasil de fevereiro chega às bancas no dia 31 de janeiro.

Deixe uma resposta