Vogue Brasil apresenta os nomes da cena neotropicalista

A edição de fevereiro da Vogue Brasil traz a matéria exclusiva Tropicália Reloaded, que apresenta quatro nomes da cena nacional que fazem da alegria e do colorido carnavalescos um estilo de vida que dura 365 dias. 

Multitalentosos, multicoloridos e multiperformáticos, Matheus VK, Mãeana, Guerreiro do Divino Amor e Reah, são destaques na música, nos palcos e na arte, e contam à revista sobre sua carreira e estilo de vida.

Baiano de certidão e radicado no Rio de Janeiro, Matheus VK deixou a psicologia em 2015 para se dedicar à música, vestiu-se de glitter e lançou o hit “Pélvis”, “Pélvis veio de um questionamento meu, sobre a desconstrução do machismo nos homens. Sempre tive dificuldade de me enquadrar no padrão do homem macho, que não chora, não rebola”, explica.

Mãeana, projeto musical de Ana Claudia Lomelino, também vocalista da Tono (banda que tem com Bem Gil, músico e marido, filho de Gilberto Gil), já tem em sua lista de fãs, nomes como Ney Matogrosso. Mãeana acredita nas cores, nos objetos, e nasceu para dar vazão a criatividade de Ana Claudia, “por ter sido uma criança muito deprimida, criei meu mundo”, conta.  A cantora já está preparando seu segundo EP, sobre o universo do parto e da maternidade, e se apresenta este mês no Centro Cultural São Paulo.

A Vogue Brasil de fevereiro chega às bancas no dia 31 de janeiro.

Deixe uma resposta