SPFW n47 acontece entre os dias 22 e 27/04 no espaço ARCA

QUAL É A SUA UTOPIA? Em tempos de mudança, polarização e transição, buscamos novos espaços e   narrativas que ecoam o desejo de mudar o mundo….

Leia mais

Sustentabilidade como valor é aplicada pela Uberlândia Refrescos em sua unidade logística.

Do alto do Anel Viário Ayrton Senna, em Uberlândia, Minas Gerais, se vê imponente, branca e com uma enorme estrutura, a Unidade Alexandre Biagi, da Uberlândia Refrescos, uma franquia, da The Coca-Cola Company no Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba e Noroeste de Minas. Ao adentrar pela Rua Aeronauta vemos a estrutura da obra que abriga edificações construídas com os mais modernos conceitos de sustentabilidade. Andar pela Uberlândia Refrescos, além de agradável visualmente, nos faz querer ficar por ali. Estamos falando de conforto térmico. O local é muito arejado, com entrada de luz solar por qualquer ambiente bem como temperatura agradável para os visitantes e colaboradores que ali desempenham suas atividades.

O proprietário e empresário, Alexandre Lacerda Biagi, desde quando assumiu os negócios da Uberlândia Refrescos, em 1987, trouxe para a rotina de trabalho o que acredita ser fundamental: a sustentabilidade. Na verdade, o tema é tão bem tratado nos corredores da empresa que ser sustentável virou sinônimo de valor, ou seja, imprimir sobre todos que ali passam a importância de se pensar em recursos, em pessoas, no futuro e tudo o que mais carrega a palavra em si.
A Certificação LEED veio para concretizar uma atitude que há muito tempo é praticada pela Uberlândia Refrescos. Pensar no mundo com atitudes que preservem o presente focando o futuro. 
Desde a concepção à concretização da Unidade Alexandre Biagi, o planejamento se pautou em como atuar minimizando ou reduzindo por completo o impacto ambiental, otimizando e incentivando o negócio regional e poder entregar ao colaborador um ambiente de trabalho acolhedor e agradável de se estar. O resultado foi uma obra autossustentável em água e energia.
 *Marco* 
Em novembro de 2018, a Unidade Alexandre Biagi foi reconhecida pela United States Green Building Council (USGBC) com a maior classificação alcançada por construções sustentáveis: a Certificação LEED Platinum.
Para ser reconhecida, a empresa investiu em tecnologia e inovação. 
No tocante a água, a principal medida para se chegar à autossuficiência é a captação, tratamento dos efluentes seguido de tratamento terciário com a aplicação do reuso in loco. Para isso, a Uberlândia Refrescos conta com uma estação de tratamento de esgoto própria com tecnologia de reuso com circuito fechado.

Conta ainda com um sistema de captação da água das chuvas. Esta é reutilizada na irrigação, descargas de vasos e limpeza externa.
A utilização de metais e louças de reduzida vazão hídrica, juntamente a acionamentos inteligentes, contribuem para essa racionalização. Os mictórios existentes não utilizam água para operação, que contribui para a redução de consumo em todo o empreendimento.
No Prédio Social tem instalada uma Estação de Tratamento de Águas Cinzas com a função de captar efluentes provenientes de chuveiros e lavatórios, sendo utilizada para fins não potáveis como a irrigação e descarga de vasos.
O telhado do centro logístico tem características especiais que permitem conforto térmico e entrada de luz natural através de domus prismáticos. Sobre o mesmo, foi instalada uma usina fotovoltaica gerando energia suficiente para atendimento de toda operação do empreendimento, concedendo à unidade autossuficiência em energia.  
“Ter consciência cidadã e dos recursos ao nosso redor possibilita oportunidades. A Uberlândia Refrescos possui isso em seu DNA, pois é composta por indivíduos que se preocupam com o dia de amanhã e é um grande orgulho poder aplicar esse conceito em uma obra sustentável”, diz Alexandre Lacerda Biagi.

Comentários